CEDEP - Mensagem

09 de outubro de 2017

“Primum non nocere”

               (Hipócrates)

 

A boa prática da Medicina deve basear-se em princípios Éticos e Humanistas e em conhecimentos com sólida evidência científica.

Se nada justifica uma conduta médica bem fundamentada cientificamente que traga mais riscos do que benefícios ao paciente, como justificar aquela que sequer foi avaliada sob os rígidos critérios da Medicina baseada em evidência?

Nos últimos anos tem-se observado crescente número de prescrições formuladas por médicos, e até por profissionais não médicos de outras áreas da saúde, verdadeiramente absurdas, destituídas de qualquer evidência científica e com potenciais riscos à saúde dos pacientes.

Parece que o princípio hipocrático em epígrafe foi olvidado por muitos, e outros critérios passaram a nortear suas condutas.

 Não podemos mais nos omitir.

 A consciência atormentada de muitos colegas endocrinologistas por esses absurdos tem trazido muitas reclamações à SBEM. É em nome deles que nos dirigimos a todos os nossos associados.

Os bons médicos são uma maioria silenciosa que assiste atônica e impassível a esses verdadeiros disparates.

Pois é em nome dessa maioria silenciosa, ética e de sólida formação acadêmica, que a Comissão de Ética e Defesa Profissional (CEDEP) da SBEM-Regional Paraná convida a todos os seus associados a denunciar as condutas médicas sem base científica que julgarem perniciosas aos pacientes.

Ao se deparar com tal situação durante uma consulta, fotografe, ou digitalize, a receita ou o pote de medicamentos manipulados, exibindo de forma clara o nome do paciente e do profissional prescritor, seja ele médico ou não médico. Ao mesmo tempo, imprima o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido presente no site da SBEM-Regional Paraná, explique ao paciente que a denúncia será feita pela CEDEP/ SBEM-PR e peça para o paciente assinar.

Envie tudo para o e-mail: sbempr@endocrino.org.br

Todas as denúncias serão feitas em nome da SBEM-PR, de modo que o nome do denunciante não será conhecido. Isso garantirá proteção a eventuais atos de retaliação por parte dos denunciados.

Contamos com o entusiasmo e participação de todos em defesa da Endocrinologia e Metabologia Paranaense.

           

Cordialmente,

 

Dra Silmara A. O. Leite, Presidente da SBEM-PR

Dr. Vicente F. C. Andrade, Corregedor da Comissão de Ética e Defesa Profissional SBEM-PR